Frankfurt Am Main, Ich Liebe es!

lczc-frank2_2

Frankfurt Am Main, Ich Liebe es!

Situada na região centro-oeste alemã, no estado de Hesse, é o centro financeiro e ‘empresarial’ da União Europeia (UE).

Diferente das cidades alemãs, e suas ‘casinhas’ coloridas das brejeiras vilas coloniais típico germânica, que são o referencial do turismo alemão no Brasil, Frankfurt (devastada durante a guerra, e reconstruída com um ar contemporâneo) é literalmente cosmopolita (poucas exceções), e a sua arquitetura é composta de arranha-céus bancários e empresariais, modernos e luxuosos, que lembram a Ilha de Manhattan da cidade de Nova York no USA, o que gera um apelido entre os moradores, entusiastas e frequentadores de Frankfurt Am Main’Hattan.

Outra característica de uma cidade ‘do mundo’, são que a cada 10 habitantes cerca de 7 pessoas NÃO são alemãs.

As artes, os museus, as grandes feiras, convenções, encontros empresariais, mega shows, variadas galerias e exposições, somados aos lindos parques, a gastronomia, vinhos e cervejas, o maior shopping a céu aberto do mundo a Zeil, são atrativos interessantes e que fazem com que seja um destino excitante, como a Alte Oper (antiga opera) na Opernplatz, e os restaurantes, bares e cafés a margem do Rio Mainz.

A mobilidade está entranhada a cidade, e pedalar é um convite fascinante, lembro que existem regras para o trânsito de bicicletas que devem ser obedecidas para evitar transtornos, como multas que devem ser pagas no ato da infração. Ônibus, ônibus elétricos, trens e o metro são de fácil compreensão e entendimento, sendo o metro um dos sistemas mais eficiente de transporte em Frankfurt. Táxi, e outros serviços particulares são prestados com competência, se o problema for a língua, saiba que todos falam fluentemente o inglês, inclusive os moradores mais antigos (velhos) da cidade devido a alfabetização na língua.

Frankfurter Wurstchen é um dos pratos típicos e o mais famoso, uma ‘salsicha’ defumada servida com uma salada de batatas (que eu amo, e sempre que estou em Frankfurt compro potes da salada nos supermercados). Além da cerveja de Frankfurt, uma bebida muito consumida (típica) é o Ebbelwoi, um ‘vinho’ de maçã aprazível (mas não é a minha bebida predileta, confesso – prefiro um shot deJägermeister). A presença dos turcos fez com que a cidade adotasse o Kebab como o principal fast-food – um pão ‘árabe’ feito na hora em uma pedra quente, no recheio carne de carneiro assada na vertical, e muito repolho cru (amo), é o sucesso depois de uma noite badalada, e de muito glamour pelas boites de Frankfurt (para descobrir a melhor balada em uma específica noite indico o grupo Hellium no fb do qual sou um dos administradores que traz as mais quentes informações sobre as melhores baladas nas noites de Frankfurt). O Deutsches Filmmuseum (Museu do cinema), o Judengass (os guetos judeus), o Judisches Museum (Museu Judaico), a casa de Anne Frank, a Cathedral of Saint Bartholomew (German: Kaiserdom Sankt Bartholomäus), são locais que devem ser inclusos ao roteiro da viagem, e visitados.

O Hilton Frankfurt City Centre, fica na Hochstraße 4, 60313 (Hochstrasse). Super bem situado, perto da Zeil, na área central de Frankfurt, tem um parque lindo e arborizado atrás do hotel, que faz com que os quartos (amplos com paredes de vidro) e o terraço tenham uma linda vista. Um spa completo, com saunas seca e a vapor, academia, piscina semi-olímpica in door, banheiras, e massagens para relaxamento e reconstrução. Nos restaurantes, e no bar lounge, menus sazonais preenchem o cardápio do café, almoço e jantar, com pratos típicos, e da cozinha Internacional, sendo possível no Verão (na Europa vai de junho à agosto) degustar um maravilhoso churrasco no Vista Bar e Lounge. Excelente gama de funcionários, e qualidade impar em todos os serviços prestados, são características da assinatura Hilton ao estabelecimento.

Justamente por fugir a regra do que imaginamos como turismo na Alemanha, Frankfurt deve ser conhecida, visitada e fazer parte do seu roteiro como destino de viagem. É certo que você irá se surpreender da melhor forma.

 

Dicas:

O Aeroporto Internacional de Frankfurt é um dos mais importantes da Europa, sendo o mais movimentado, e a estação de metro dentro do aeroporto é uma das melhores formas de entrar e sair do aeroporto.

Lembre sempre de comprar os bilhetes de mobilidade nas máquinas, referente ao uso necessário, metro, trens, ônibus e etc, apesar de não serem cobrados na entrada, você pode se deparar com um fiscal dentro dos mobiles e a multa é bem cara nestes casos, e é paga no ato da infração.

Siga as regras de trânsito ao pedalar de bicicleta para evitar problemas.

Visite a parte histórica da cidade, onde fica a prefeitura, e outros prédios historicamente importantes.

E não se assuste ao ver praticantes de nudismo, e naturalismo, nas estações quentes como primavera e verão, pelados pelos parques e clubes, pois faz parte da cultura local.

 

Pontos Fortes:

Os alemães são super festeiros, e nas estações mais quentes do ano enchem os parques, os clubes, e as ruas de vida, cores, música, bebidas e muita gente bonita.

Fácil mobilidade.

Super limpa, super organizada e com um alto grau de civilidade.

Excelente infra estrutura.

 

Pontos Fracos:

No outono chove muito, e no inverno frios recordes de menos 22 graus.

 

 

Site do Hotel: http://ww3.hilton.com/en/hotels/hesse/hilton-frankfurt-city-centre-FRAHITW/index.html?WT.mc_id=zELWAKN0EMEA1HI2DMH3LocalSearch4DGGenericx6FRAHITW

 

LUIZ C. Z. CAETANO

Mineiro, de Belo Horizonte, gastrônomo, chef de cozinha internacional, crítico gastronômico, trabalha visando a segurança alimentar e nutricional desde 2006, apreciador de vinhos, um aficcionado por culturas, lugares, pessoas, paraísos e viagens. Dicas, como: destino, hotéis, restaurantes, aeroportos, roteiros, cultura, entretenimento, conforto e qualidade.