Fobia Social – Mais do que somente vergonha

Dra daniela - fobia soc

FOBIA SOCIAL
Mais do que somente vergonha

 

Parece conhecido? O sintoma básico da Fobia Social é sentir-se muito ansioso na presença de outras pessoas, possuir medo de gente.

“Eu faltei em várias aulas porque tinha muito medo de ser chamado pela professora. Eu ficava aterrorizado de ficar vermelho ou tremendo na frente de meus colegas. E namorar era impossível. Só a idéia de convidar alguém para sair já me fazia ficar encharcado de suor. Acabei me sentindo muito sozinho.”

Mais do que somente vergonha

A maioria das pessoas fica envergonhada ou ciente de que está sendo notada em situações sociais. Falar em público, ir a uma entrevista de emprego ou até convidar alguém para sair pode fazer qualquer um sentir vergonha e ansiedade. Os sintomas são conhecidos: seu coração dispara, suas mãos tremem ou você sente um embrulho em seu estômago. Mas este tipo de ansiedade é temporário, e uma vez que você supera a situação, a vida continua normalmente. Se sua ansiedade em relação a situações sociais é tão grave que atrapalha sua vida diária e seus relacionamentos pessoais a ponto de deixar você doente de preocupação, você pode sofrer de Fobia Social.

 

Você não está sozinho

Fobia Social é o terceiro transtorno psiquiátrico mais comum, principalmente em áreas urbanas. A sua prevalência é em torno de 13%. Afeta homens e mulheres, com um leve predomínio nas mulheres, embora uma proporção maior de homens procure ajuda. Geralmente inicia na infância ou início da adolescência e raramente pode iniciar após um estresse ou de maneira gradual.

É de suma importância que os portadores de Fobia Social, seus familiares e amigos conheçam suas manifestações, os diferentes níveis de gravidade e as possibilidades de tratamento existentes.

Sinais e sintomas da Fobia Social

A Fobia Social caracteriza-se pelo medo persistente e irracional do indivíduo de ser observado e julgado negativamente por outras pessoas. Diante dessa situação, ele acredita que suas atitudes possam gerar sensação de vergonha ou humilhação, ou sentir sintomas físicos de ansiedade (sudorese, tremor, taquicardia, rubor facial), que levam a um comportamento privativo.

 

Situações críticas para o portador do distúrbio

Falar em público, escrever, comer e beber diante de outras pessoas, falar ao telefone, situações que envolvem contato interpessoal como interagir com pessoas do sexo oposto, namorar e paquerar.

 

Quais as complicações da Fobia Social?

Menor aquisição no trabalho e escola, dependência financeira, problemas em relacionamentos, depressão, alcoolismo, risco de suicídio.

 

De onde vem esse medo?

Não existe uma única causa para a Fobia Social. As evidências apontam para uma variedade de causas, como fatores biológicos (desequilíbrio na serotonina) e genéticos de um lado, e fatores ambientais (vivências traumáticas) de outro.

 

A Fobia Social possui tratamento?

SIM! E ele busca diminuir esse medo, possibilitando o alívio do sofrimento e a retomada do paciente a uma vida normal. O tratamento vai depender de cada caso, mas geralmente consiste de: medicação (antidepressivos, ansiolíticos) e/ou terapia cognitivo-comportamental individual ou em grupo. A resposta ao tratamento pode levar até 12 semanas e ser progressiva ao longo de meses.

 

Dra. Daniela Zippin Knijnik

CRM 21887 | Medicina – PUC/RS
Especialização em Psiquiatria – UFRGS
Mestrado em Psiquiatria – UFRGS
Doutorado em Tratamento da Fobia Social – UFRGS

 

……………………………………………………………………………..
Matéria publicada na Revista Classic Life Edição nº 12

CLASSIC LIFE | Redação

Classic Life é um site de variedades e entretenimento que visa disponibilizar aos leitores conteúdo de qualidade com objetivo informativo e educacional. Artigos sobre saúde, medicina, odontologia, nutrição, psicologia, estilo de vida, gastronomia, turismo, tecnologia, decoração, design, luxo, lançamentos, cultura, eventos, colunistas, entre outros.