Dr. Almir Nácul. Bioplastia: a plástica interativa e sem cortes

ed_17_dr._naculDr. Almir Moojen Nácul

Bioplastia: a plástica interativa e sem cortes

 

 

“Se puder embelezar, embelezo. Se não puder embelezar, melhoro. Se não puder melhorar, opero. Se não puder operar, consolo”. Com essa filosofia, o Dr. Nácul pratica a bioplastia, técnica de plástica sem cortes, que foi por ele desenvolvida há 20 anos. Com mais de 30 de profissão e pensando em minimizar os efeitos do tempo sem cicatrizes e com resultados naturais, o médico gaúcho desenvolveu essa tecnologia que possibilita devolver volumes perdidos no processo de envelhecimento, proporcionando um rejuvenescimento natural, além de dar equilíbrio e beleza, tanto para o rosto quanto para o corpo. O sucesso de seu trabalho está retratado no seu reconhecimento nacional e internacional e também na satisfação dos mais de 20 mil pacientes atendidos. Seu reconhecimento foi imortalizado pela Comenda do Mérito Farroupilha, recebida no dia 02/12/2009 pelas mãos do Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do RS, Ivar Pavan, por indicação do Deputado Francisco Áppio.

Um verdadeiro artista por esculpir rostos e corpos de anônimos e das mais famosas celebridades – entre elas misses, atrizes e atores do cinema e televisão – Nácul é hoje referência em cirurgia plástica no Brasil e exterior. Tanto que recebe com frequência profissionais de diversos países, do oriente ao ocidente, em busca de aperfeiçoamento profissional por meio da vivência e do testemunho de sua técnica. É também pela troca e pelo intercâmbio de conhecimento que Nácul mostra que um bom profissional divide aquilo que sabe e busca crescer junto com os demais colegas e iniciantes na carreira. Essa postura ratifica que o “escultor da beleza humana” reflete em seu interior toda sua excelência profissional.

O papa da bioplastia, como é conhecido, compara a técnica à uma ida ao dentista, uma vez que extingue a necessidade de internação. Um dos destaques do procedimento é que permite ao paciente acompanhar passo a passo com um espelho e assim sugerir ajustes ao seu gosto. Agora já é possível aumentar ou diminuir o queixo, corrigir e embelezar o nariz, criar traços de beleza e empinar bumbum, aumentar bíceps, peitoral, panturrilhas, flacidez dos braços para tratar o problema do “tchau”, etc. As possibilidades são infinitas, dependendo apenas da vontade do paciente.

Tecnicamente falando, o que é bioplastia?

É uma técnica que consiste no implante de biomateriais (NewPlastic – microesferas de polimetilmetacrilato) que estimulam a formação de colágeno na própria pessoa. Esta substância é implantada por uma microcânula que não provoca lesões nos tecidos com um botão anestésico, que é aplicado na pele aonde se faz um pertuito pelo qual a microcânula penetra. É feito por uma anestesia igual à utilizada por dentistas. Falando nos biomateriais que são implantados durante a bioplastia, o polimetilmetacrilato foi sintetizado na Alemanha em 1902. Entre outras aplicações, é usado como cimento em próteses de fêmur há mais de 60 anos e também na confecção de lentes intraoculares (lentes que são implantadas dentro do globo ocular) e marca-passo cardíaco. Na forma de microesferas, como implante, já é utilizado há mais de 20 anos. Nesse período, mais de um milhão de pessoas já foram submetidas a implantes dessa substância, sem haver registros de casos de migração para outros órgãos, o que comprova a eficácia e segurança do método. Portanto, não há riscos envolvendo o biomaterial ou a bioplastia, fazendo desse um procedimento seguro, eficaz e de sucesso. E isso é algo muito relevante atualmente, uma vez que o paciente que busca o tratamento estético está também em busca de uma solução para algo que lhe incomoda. A bioplastia possibilita tudo isso desde que se faça com material de qualidade e por profissionais habilitados e treinados nessa técnica.

Com a bioplastia o senhor fala em rejuvenescer embelezando. Como isso é possível?

O que pode ser melhor para quem busca a harmonia estética do que recuperar a autoestima e a juventude? Por ser minimamente invasiva e pelo grande leque de opções que permite, a bioplastia torna isso possível. Além de rejuvenescer embelezando, essa novidade retarda o processo de envelhecimento, porque dá sustentação à musculatura. Isso acontece porque, com ela, o biomaterial implantado – Newplastic – gera sustentação e formação de colágeno no nível muscular. Seu uso tem se estendido para áreas além da face, como nos procedimentos para aumentar ou levantar o bumbum, engrossar as pernas e aumentar o pênis.

A eleita Miss Rio Grande do Sul e Miss Brasil, Natália Anderle, é um bom exemplo de que é possível tornar ainda mais belo quem já o é. Ela e muitas outras candidatas usaram a bioplastia como auxílio para a conquista do título. Os homens também são adeptos, procurando definir traços, aumentar o queixo, além de aplicar a bioplastia no corpo, em áreas específicas como peitoral, bíceps, tríceps, panturrilhas, enfim pode-se adquirir um corpo malhado sem fazer malhação.

Qual é a duração do procedimento?

É possível fazer uma face inteira e o nariz em uma hora e meia, e várias regiões do corpo podem ser tratadas em apenas uma sessão. Uma vez que a microcânula não lesiona vasos e nervos, não há risco de hematomas e equimoses (manchas roxas). O biomaterial não é reabsorvido pelo organismo, como muita gente tem curiosidade de saber, nem se desloca para outras áreas do corpo. Também não tem efeitos colaterais, não causa alergia e não há risco de rejeição. Porém, se antes de realizar o procedimento, caso o paciente não estiver seguro daquilo que quer, há o recurso da “simulação”, no qual é aplicada uma substância reabsorvível que permite que o paciente veja o resultado antes da aplicação definitiva. Por isso falo que as possibilidades com a bioplastia são infinitas. Antes de efetivamente se submeter à técnica, o paciente pode conversar com seu médico, pesquisar, tentar buscar aquilo que é mais indicado para o seu biótipo. Logicamente que, como profissional, quando solicitado, podemos orientar nosso paciente sobre aquilo que melhor combina com seus traços, mas é ele quem vai decidir o que quer e como quer.

Qualquer cirurgião-plástico pode ser um bioplasta? Ou precisa ter talento?

Todo o cirurgião-plástico deve ter um pouco de artista, uma vez que vai transformar corpos e rostos de seus pacientes através de procedimentos cirúrgicos ou não-cirúrgicos. No caso do bioplasta, esse dom é ainda mais necessário. O talento faz parte do trabalho do bioplasta, pois ele fará o trabalho de um escultor. Qualquer cirurgião-plástico pode fazer bioplastia, desde que ele passe por um treinamento. A técnica deve ser aplicada por profissionais competentes e habilitados para isso e é nesse aspecto que deve realmente haver preocupação quanto à segurança. Embora ela seja uma técnica não-cirúrgica, só deve ser realizada por médicos preparados para isso. Por ser uma prática aparentemente simples, pode ser que profissionais não qualificados tentem praticá-la, o que pode colocar os resultados em risco. Por isso a importância de não submeter-se a procedimentos cirúrgicos e à bioplastia por meio de profissionais que não sejam qualificados. Nosso trabalho deve ser pautado pela excelência em todos os sentidos porque entendo que tratamos com vidas de seres humanos e seus sentimentos. Eles confiam ao seu cirurgião-plástico seus sonhos e objetivos. Cabe a nós correspondermos a eles e garantir a segurança de nossos pacientes.

Quando recebe um paciente, ao observá-lo o senhor já identifica o que deve ser corrigido?

A maioria deles já vem com o diagnóstico pronto, embora alguns pedem uma avaliação do que deve ser feito. Mas muitos não sabem do potencial que tem a bioplastia. Por isso, devemos dar nossa sugestão partindo dos nossos conhecimentos sobre a técnica.

Buscando levar a bioplastia para os quatro cantos do mundo, o senhor já viajou para diversos países, como México, Estados Unidos, Coréia, Oriente, Equador e praticamente todos os países da America do Sul. Como tem sido esta difusão da bioplastia pelo mundo?
É dessa forma que o conhecimento se difunde desde o início da humanidade. Quem o detém busca dividi-lo com o outro para que seja aperfeiçoado e aprimorado. Fico muito feliz em poder levar minha técnica pelo Brasil e pelo mundo, por isso há mais de uma década venho ministrando cursos de treinamento com o intuito de capacitá-los e aprimorar cada vez mais e mais a técnica. Estou indo agora para Doha (Catar), nos Emirados Árabes, a convite, para levar o “know how” da Bioplastia e trocar experiências com grandes profissionais.

Quais as vantagens do uso da bioplastia?

A bioplastia é uma técnica que veio para ficar. Suas vantagens são inúmeras, porém, algumas podem ser citadas mais pontualmente:

• Proporciona custo financeiro menor;
• Dispensa internação hospitalar;
• Não tem pós-operatório;
• É executada com anestesia local;
• Oferece resultado imediato;
• Consiste em aplicação rápida e segura;
• Não há necessidade de tomar antibióticos;
• Não se desloca pelo corpo;
• Participação ativa do paciente no procedimento;
• Possibilita rápido retorno às atividades habituais;
• O resultado pode ser simulado com anestésico ou soro fisiológico.

A técnica pode ser aplicada em qualquer parte do corpo?

Existe a bioplastia para dois focos diferentes: a face e o corpo. Direcionada para áreas menores, a da face contempla as maçãs do rosto, lábios, contorno do rosto, queixo, nariz, linha da mandíbula, olheiras, tratamento de rugas e sulcos faciais, fissura labiopalatal, síndrome de Parry-Romberg, queixo de bruxa, definir contornos e em casos de reabsorção óssea por perda de dentes. Já a bioplastia do corpo é direcionada para áreas mais amplas, contemplando glúteos, peitoral, braços, mãos, cicatrizes e depressões, panturrilha, entre outros. Sua utilização pode trazer soluções estéticas em diversas situações. Entretanto, os benefícios da bioplastia vão além da estética pela beleza somente, podendo ser utilizada para a correção de sequelas causadas por enfermidades inúmeras. Quando uma pessoa tem sequela por tratamento de HIV, por exemplo, pode perder gordura da face e a bioplastia preenche essa perda com muita naturalidade. Com a mesma finalidade, a de corrigir problemas causados por doenças, a técnica também pode fazer a correção de sequelas de poliomielite.

Já houve algum caso sem solução, ou para o qual a bioplastia não fosse indicada?

A bioplastia não tem contra-indicações, tem indicações. Sempre que bem indicada os resultados são bons. Pois, como sempre digo, a técnica deixa uma pessoa feia bonita e as que já o são ficam ainda mais belas.

A beleza do rosto, por exemplo, requer a harmonia de diferentes traços. Pode-se dizer que a bioplastia é o acorde que dá o tom correto para essa melodia?

A beleza de um rosto depende do equilíbrio entre os segmentos da face, de suas linhas, projeções e reentrâncias, criando luz e sombra, de modo que o perfil ideal é aquele em que esses elementos se harmonizam entre si. Os ângulos do nariz, por exemplo, são fundamentais à boa estética e podem ser modificados pela bioplastia, trazendo beleza, harmonia e personalidade ao rosto, preservando a anatomia do nariz, aprimorando seus ângulos e modelando-o em equilíbrio com os demais elementos faciais.

Antes, as pessoas buscavam a redefinição do perfil a partir de um modelo de nariz padronizado. Hoje, os conceitos que envolvem beleza têm se modificado e mostrado que não é o modelo do nariz o que confere beleza a um rosto, mas a relação harmoniosa desse com os outros segmentos da face e, principalmente, que beleza é um conceito pessoal. Ou seja, cada pessoa tem o seu perfil ideal e uma harmonia de traços única.

Para estabelecer a harmonia de um rosto — ou ter o perfil que pediu a Deus —, nem sempre é preciso fazer grandes correções no nariz. Entretanto, como a Bioplastia é uma técnica interativa você participa do procedimento, podendo interagir com o cirurgião e nunca terá surpresas quanto ao resultado.

Com a bioplastia é possível alcançar o melhoramento estético sem cortes. As possibilidades são infinitas, assim como as vantagens que a técnica proporciona. Por isso, nada melhor que fazer uma avaliação e conhecer o que a bioplastia pode fazer por você.

Dr. Almir Moojen Nácul – Cirurgião plástico e criador da Bioplastia – CRM 4178
Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;
Membro de International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS);
Membro da Federação Ibero-latino-americana de Cirurgia Plástica;
Ex-professor assistente da Faculdade de Ciências Médicas/UCS;
Criador da Bioplastia;
Tem dois livros publicados sobre a sua tecnologia: “Bioplastia, a plástica do terceiro Milênio” e “Bioplastia, a Plástica Interativa” (editado também na Venezuela como “Bioplastia – La Plástica Interactiva” pela Editora Amolca Caracas), além de diversos artigos escritos e publicados em livros e revistas nacionais e internacionais de sua especialidade.

 

Mais informações:
Centro Mundial de Bioplastia – Clínica Nácul
Porto Alegre – RS – Brasil
www.clinicanacul.com.br
…………………………………………………………………………………
Entrevista publicada na Revista Classic Life Edição nº 17

CLASSIC LIFE | Redação

Classic Life é um site de variedades e entretenimento que visa disponibilizar aos leitores conteúdo de qualidade com objetivo informativo e educacional. Artigos sobre saúde, medicina, odontologia, nutrição, psicologia, estilo de vida, gastronomia, turismo, tecnologia, decoração, design, luxo, lançamentos, cultura, eventos, colunistas, entre outros.